sábado, 18 de fevereiro de 2012

A Recriação Dos Dinossauros - 1º Temporada - Episódio 1 - A recriação dos dinossauros



















(Está aí o episódio como prometido, desculpe o atraso, é que é muito dificil escrever os episódios e também eu tenho outras coisas importantes a fazer, mas avisando que este episódio fala mais sobre a história do cientista e o que acontece antes dos policiais irem até a ilha, por isso há bastante enrolação, mas peço que por favor leiam até o final, pois sou novo nisso e talvez vocês gostem e daqui a pra frente os episódios irão melhorar, e só leiam se tiverem tempo ou leiam por parte arranjando um jeito marcar para continuar de onde parou.)



















A Recriação Dos Dinossauros
1º Temporada – Episódio 1 – A recriação dos dinossauros
07 de Março de 1950 nos Estados Unidos, ás 13:00 da tarde, um garoto de 12 anos, chamado Charlie, que era um menino bastante inteligente, tinha cabelos curtos e meio espetados de coloração meio escura, óculos grandes e redondos, roupas antigas, havia acabado de mudar de escola porque seus pais decidiram mudar de estado, para parar de pagar aluguel em sua casa antiga e comprar uma casa própria em outro lugar e que era bem melhor. Após chegar na nova escola, os pais dele explicam tudo e uma das professora apresenta Charlie para os outros alunos.
Professora: Gente, esse é o novo aluno, Charlie. Todos digam olá para o Charlie!
E todos os alunos dizem “Olá” para ele e ele logo responde.
Charlie: Olá!
Professora: Ele veio de muito longe para estudar aqui, porque seus pais tiveram que comprar uma casa aqui por perto e desistir do aluguel.
Charlie logo se sentava na cadeira e a aula começava. E no fundo da fileira do meio, 2 garotos gemeos de 16 anos, um chamado Bob e outro Billy, que haviam repitido de ano 4 vezes, ao ver o aluno novo aparecer, tramaram um plano para zuar ele, como fazia com outros alunos.
Billy: Ei irmão, vamos zuar esse idiota que chegou agora na escola.
Bob: Mas é claro. Mas como vamos fazer isso?
Billy: Depois eu mostro.
Professora: Já volto turma, vou ao banheiro.
Após a professora sair da classe, Billy pega seu estojo e enquanto Charlie copiava um texto, guardava na bolsa dele sem ele perceber. Logo depois que a professora voltou, Billy foi até a mesa dela dizendo.
Billy: Professora.
Professora: Sim, Billy?
Billy: O Charlie tomou meu estojo de mim e guardou na bolsa dele com intenção de roubar.
A professora logo fica surpresa ao ouvir aquilo e ia até a mesa dele. E Charlie, com uma expressão estranha no rosto, tenta explicar.
Charlie: Olha, eu posso explicar.
E a professora logo grita com ele dizendo.
Professora: EXPLICAR O QUÊ? PORQUE PEGOU O ESTOJO DELE? ELE NÃO TE FEZ NADA E MESMO SE FIZESSE, ISSO NÃO SE PODE FAZER. MAIS UMA DE SUAS GRACINHAS, E VOCÊ VAI PRA DIRETORIA!
Charlie fica quieto e Billy quase cai na gargalhada e Bob também. Billy volta para seu lugar. Bob diz de uma maneira de que como estivesse pagando pau.
Bob: Essa foi boa.
Logo depois se passaram mais aulas e quando chegou no recreio, enquanto Charlie estava na fila, reparou que Billy também estava. Charlie diz.
Charlie: Aff, tenho que ir pro banheiro, justo agora? Ei, pode guardar a fila pra mim?
Billy: Claro
Depois que Charlie volta do banheiro e vai pra fila, Billy grita.
Billy: Olha o Charlie cortando a fila.
E todos mandam ele ir pro fim da fila. Depois ele vai pra lá. Quando finalmente ele chega pra pegar comida, só tinha sobrado metade do que todo mundo normalmente come. Ele se senta num banco, Billy vai dizendo.
Billy: Desculpa por fazer aquilo com você.
Charlie: Sem problemas.
Billy: Essa comida está boa, na sua opinião?
Charlie: Mais ou menos, não era o que eu queria.
Billy: Hum, achei que hoje ia dar o que eu não queria na escola e então trouxe temperos para por, quer eles?
Charlie pensando que era um bom tempero, diz.
Charlie: Ok.
Billy entrega os temperos para ele que eram laxantes e pimenta e Charlie coloca na comida e come. Depois Charlie comia um pouco e corria até o banheiro. Mas Bob ficava na frente bloqueando a passagem.
Charlie: Por favor, me deixe entrar, preciso usar o banheiro.
Bob: Está ocupado.
Charlie: Mas é um banheiro público, tem vários lugares nele pra se usar.
Bob: Mas quando eu disse que está ocupado, eu quis dizer que ta tudo ocupado lá.
Charlie não agüenta mais e caga nas calças, e Bob conta a todos os alunos da escola isso. Na saída, Bob e Billy o seguia lentamente sem ruídos, depois, eles correm até ele rapidamente, Bob o agarra por trás o prendendo um mata-leão, depois Billy começa a dar vários chutes no estomago de Charlie, usando a sola do pé durante 2 minutos e eles saem dali correndo. Charlie chora e volta para casa. No dia seguinte, Charlie foi sendo zuado novamente mas de maneiras diferentes durante 3 semanas, até lá, até os outros alunos o zuavam, até que um dia, todos além de zuar ele, começaram a duvidar dele. Todos diziam “VOCÊ É UM PERDEDOR, NUNCA VAI TER UM BOM FUTURO” até que ele se cansou, e surtou dizendo em voz bem alta.
Charlie: NUNCA DUVIDEM DO QUE EU SOU CAPAZ, UM DIA, UM DIAAA, EU VOU MOSTRAR PARA VOCÊS, DO QUE EU SOU CAPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAZ, ESPERE SÓ...
E todos começam a rir muito mas os alunos que zuavam ele, levaram suspensão por mais tempo que qualquer outro aluno. 7 anos se passaram até que Charlie, já havia crescido, ficou mais inteligente, e aprendeu a lutar. Ele já tinha 19 anos e tava na faculdade. E depois quando ele terminou, ele se tornou um cientista famoso no mundo inteiro e ele até ganhou um programa na TV. Todos seus colegas da escola ficaram supreendidos ao saber disso e se arrependeram, alguns até começaram a ter respeito por ele. Uma semana depois, Charlie estava no super-mercado, fazendo compras, quando de repente se esbarra com uma mulher ruiva de 24 anos, chamada Emily.
Emily: Oh, desculpe.
Charlie: Não foi nada.
Emily: Espera aí, você me parece familiar?
Charlie: Sério? Mas eu nem te conheço.
Emily: Você é o famoso cientista Charlie?
Charlie: Sim, sou ele mesmo.
Emily: Nossa, não é todo dia que se encontra alguém famoso por aí.
Charlie: É verdade, mas peraí, ah sim, agora entendi porque falou que eu sou familiar. Eae, qual é seu nome?
Emily: Meu nome é Emily, prazer.
Emily aperta a mão de Charlie.
Charlie: O prazer é todo meu. É solteira?
Emily: Sim, e você?
Charlie: Por sua sorte, sim. Quantos anos tem?
Emily: 24 e você?
Charlie: Tenho 19.
Emily: Qual é seu número de telefone (celular)?
Charlie: É 0199784596324.
Emily: O meu é 01978954632. Liga pra mim depois.
Charlie: Ok.
Depois eles vão até o caixa, pagam e vão embora. Algumas horas depois Charlie liga para Emily e ela atende.
Emily: Oi, quem fala?
Charlie: Oi, aqui é o Charlie.
Emily: Ah, oi Charlie. Tudo bom?
Charlie: Sim e você?
Emily: Sim, melhor agora.
Charlie: Quando a gente pode se encontrar denovo?
Emily: Que tal depois de amanhã as 15:00 da tarde na praia próxima a aqui?
Charlie: Pra mim ta ótimo.
No dia seguinte, Charlie se arruma e vai para a praia próxima a sua casa quando encontra Emily e começa a falar com ela.
Charlie: Cheguei.
Emily: Você veio.
Charlie: Achou que eu não viria?
Emily: Não é isso, é que parecia estar bom demais para ser verdade.
Charlie: Hum... Vamos comer alguma coisa?
Emily: Sim, o que quer?
Charlie: Eu pensei em um cachorro-quente ou pastel.
Emily: Que tal os 2?
Charlie: Boa idéia.
Eles vão lá e compram o pastel e o cachorro-quente, e aproveitando compram uma coca-cola.
Charlie: Eae, onde você mora?
Emily: Eu moro ali perto virando aquela rua no final do quarterão.
Charlie: Eu moro ali do outro lado dessa rua.
Depois de conversarem, eles se beijam e voltam para casa. Eles começaram a namorar e 3 anos depois eles decidem se casar. 14 anos depois eles estão casados e tem um filho de 1 ano chamado Chris. Charlie mesmo sendo um cientista muito famoso no mundo inteiro, ele era igual a todos os outros, e para ser superior a eles, ele decidiu criar algo diferente e então anunciou em seu programa de TV que ia criar algo diferente e disse que ia contratar 30 cientistas ou mais, que era só ir até lá, passar em testes e assinar num contrato. Logo depois no dia seguinte, 50 cientistas estavam lá e um deles pergunta:
Cientista: Quantos testes são?
Charlie: Apenas um.
E outro cientista pergunta interrompendo o primeiro:
Cientista²: E qual é esse teste?
Charlie: Bom, vou ser direto então. Eu convidei vocês para cá, para que me ajudasse com algo que nenhum cientista teria feito. E antes de contratar vocês, preciso que vocês passem num teste, que avaliem sua capacidade de inteligência, essas coisas.
E todos os cientistas dizem:
Cientistas: OK!!
Charlie: Agora vou distribuir as provas, em seus lugares.
E todos se sentam em seus lugares, e Charlie vai distribuindo a prova para todos. Eles demoram 1:30 horas para terminar, e após terminar Charlie começa a corrigir e falar as notas.
Charlie: Bom, a maioria tiraram nota 7 mas sei que não colaram, porque seus acertos e erros são em outras questões.
Cientista³: Boa observação.
Charlie: Obrigado.
Cientista²: Eae, estamos contratados?
Charlie: Sim, mas só os melhores cientistas.
Cientista²: E o que vamos criar?
Charlie: Um parque com dinossauros.
Cientista²: O quê? Mas isso é impossível.
Charlie: Impossivel para muitos, mas possível para outros. E outra, vocês fizeram testes mesmo não sabendo o que seria a “coisa que nenhum cientista teria feito”. Quer dizer que vocês querer e com 30 dos melhores cientistas, e eu, podemos conseguir.
Cientista²: Certo.
Charlie: E é melhor fazermos o parque em uma ilha, pois lá é mais adequado para os dinossauros e também, como fica longe do continente, eles não terão como atacar os humanos e se eles atacarem, poderemos ser presos e ainda perder nosso empregos.
Cientista²: Bem pensado.
Cientista³: Mas, se os dinossauros escaparem, como nos salvaremos?
Charlie: Pra começar, é quase impossível eles escaparem, e se escaparem, os seguranças e caçadores que contrataremos tentarão dar um jeito.
Logo depois eles foram até uma sala de computadores avançados, onde lá eles olharam num radar, os continentes e ilhas do planeta e encontraram uma ilha praticamente deserta, depois eles foram lá de avião levando armas e equipamentos para quando forem criar os dinossauros. E também os seguranças e caçadores que foram contratados. A ilha era maior que qualquer outra, nos cantos mais próximos ao oceano, havia areias brancas e poucas rochas, uma praia de 10 metros, seguindo do oceano até as árvores a frente, que eram de porte médio e pouco próximas as outras árvores ao lado, logo a frente, a floresta a frente era composta por árvores maiores e cada vez menos próximas da outra até chegar num grande campo aberto de 8 km de diâmetro, com 50% do local de areia e os outros 50% gramas baixas, mas posicionadas em outros cantos e lá seria onde ficaria o laboratório e o pátio dele, e a 2 km de distancia de lá haviam montanhas de 3000 metros de altura, com algumas árvores nelas e alguns campos abertos com formatos diferentes, e gramas altas, e também lagos de tamanho médio e profundidade média, e logo nas florestas abertas em outros lugares tinham rios fundos e uma cachoeira e moitas no meio das florestas. E uma fenda. Após chegarem lá, eles enviam uma equipe para comprar e transportar equipamentos para as instalações na ilha. Eles construiram altas cercas elétricas de 4 metros de altura, e com 10000 Volts, para impedir que os dinossauros carnívoros escapem Eles fizeram também um laboratório de 4 andares, 3 em cima e um no subterrâneo, como um esconderijo secreto caso estejam fugindo de dinossauros perigosos, casos escapassem. Dentro do laboratório, haviam vários corredores que eram fáceis de se perder lá, e muitas salas com portas de segurança, algumas se abriam através de senhas, outras de cartões, outras de chaves e outras com impressões digitais das mãos. E tinham também portas normais lá. E haviam salas de controle, de criação e salas médicas e uma ponte no meio de uma fenda no meio da ilha, etc. Depois de criar o parque, eles começaram a recriar os dinossauros após muitas pesquisas que levaram anos. Eles demoraram 15 anos pra isso. 30 anos depois, numa noite, ocorre uma grande tempestade, maior e mais forte do que todas já ocorridas, que cobre a praia inteira da ilha, alaga as florestas e faz o sistema das instalações acabarem a força deixando o local mais escuro do que já estava e sem funcionar, depois o Tiranossauro Rex destrói a cerca mordendo ela e sai pra caçar, e os raptores (Velociraptor) sobem em outra cerca e pulam dela escapando junto. E os outros dinossauros carnívoros também escapam mas em lugares diferentes. Os raptores como o Velociraptor, ficavam mais próximos ao laboratório. E após, saírem, eles procuravam algo para caçar, até que um dos cientistas saia do laboratório para recarregar a energia do parque, indo para um lugar do outro lado da ilha, que ficava lá para mais ninguém encontrar e mecher lá para causar problemas como desligar a energia, e então quando os raptores avistam o cara saindo do laboratório a uma distancia de 10 metros, logo correm atrás dele e ele volta ao laboratório fechando a porta e correndo pelos corredores sem ter tempo de trancar. E logo os raptores entram e se dividem e atacam alguns cientistas de surpresa e outros matam 1/3 do grupo e quando a munição acaba (eles erram 1/3 das tentativas de tiros), eles fogem e trancam os raptores lá dentro. Mas eles e os seguranças morrem sendo devorados por um Tiranossauro por perto, que foi atraído pelo cheiro de sangue e barulhos da batalha, menos o cientista líder Charlie, que havia se trancado no andar subterrâneo, com medo de ser devorado pelos terópodes de fora mas ele sobrevive já que havia bastante comida dentro de cada sala. 2 anos depois, uma equipe de policiais do, estavam perseguindo de avião, o terrorista mais terrível da atualidade, junto com seus capangas. E uma voz do chefe fala no rádio no avião dos policiais: “Como está indo a missão?”
E o policial diz:
Policial: Está bem, estamos na cola deles.
E a voz diz: “ótimo!”
O policial diz:
Policial: Tome isso seus terroristas de merda.
Depois os policiais atiram com mísseis no avião dos terroristas mas erram por pouco por causa do forte que vendo que estava naquela hora, que ficava virando o avião.
Policial: Droga.
Os mísseis acabam e eles decidem atirar de metralhadora mas o tiro não afeta muito o avião dos terroristas. Os terroristas logo tenta se esconder na ilha em que tinha dinossauros.
Terrorista: Vamos nos esconder nessa ilha.
Terrorista²: Sim chefe.
E a policia segue eles. Todos eles aterrissam no meio da ilha, onde era bem mais perigoso. Após chegarem, lá, os policiais tomam cuidado para não ser pego de surpresa pelos terroristas.
Policial: Vamos tomar cuidado nessa ilha, para não ser pego de surpresa pelos terroristas.
Policial²: Bom, mas só em 50% de chance eles vão fazer isso, pois eles estão tentando fugir e agora eles se esconderam.
A voz no rádio do bolso dos policiais diz: “Onde vocês estão agora?”
Policial: Estamos numa ilha, os terroristas aterrissaram aqui.
E voz no rádio diz: “Tomem cuidado, viu?”
Policial: Ok.
Mas Eles escutam passos barulhentos, que tremiam o chão.
Policial³: Escutaram isso?
Eles olham para trás e o Tiranossauro Rex devora todos eles, um por um, exceto um deles que tenta passar por debaixo das pernas dele e é esmagado. E os terroristas escutam um barulho de grito dos policias, eles olham para trás de onde veio o grito.
Depois a voz no rádio diz: “Vocês estão bem?”
E no rádio do chefe deles, ele escutava um rugido estranho e depois o ele perdia o sinal.
Terrorista: O que foi isso?
Terrorista²: Não sei.
Depois eles ficavam olhando, depois avistavam um Tiranossauro correndo na direção deles e metade deles atiram e a outra metade foge, mas todos são devorados. 4 dias depois, o chefe da policia descobre que eles foram mortos, e depois espera algumas horas para ligar para outros policiais para investigar a morte deles na ilha, já que eles estavam dormindo ainda. Rudy, um homem adulto de 26 anos, de 1,83 de altura, que é inteligente e um ótimo lutador e se da bem com as mulheres, tinha cabelos pretos, estava dormindo em sua casa, e quando acorda, ele arruma sua cama, vai ao banheiro, escova os dentes, faz usas necessidades e toma banho. Após terminar, ele recebe uma ligação no celular de seu chefe e ele atende.
Rudy: Alô.
Chefe: Rudy, venha aqui em 1 hora, urgante.
Rudy: Mas por que? Ainda é cedo.
Chefe: Quando chegar eu te explico.
Rudy então bota seu uniforme, da comida pro seus mascotes, e vai pro quartel general dele com seu carro e chega lá em 1 hora e 30 minutos.
Chefe: Está atrasado.
Rudy: Eu sei, desculpa. O transito hoje está uma desgraça. Eae, por que me chamou mais cedo hoje?
Chefe: Eu enviei a segunda melhor equipe de nossa organização para perseguir e prender, ou se for preciso, matar, o terrorista mais terrível da atualidade junto com seus capangas. Os terroristas se escondem em uma ilha desconhecida e os policias foram lá, mas escutei gritos e perdi o sinal. 4 Dias depois eu descobri que, infelizmente, eles morreram. E por isso, preciso de vocês para ir até essa ilha, e investigar para saber o porquê de suas mortes, ainda mais que vocês são os melhores. Mas fiquem tranqüilos que eles eram profissionais, e morreram misteriosamente. Provavelmente os terroristas devem ter morrido também. Além do mais vocês tem chance contra eles.
E a namorada de Rudy, Stacy, uma mulher bonita e alta de 25 anos, de pele meio morena, e de longos cabelos castanhos, diz:
Stacy: Mas quem garante que não foram os terroristas que mataram os outros policiais?
Chefe: Bom, eles morreram após gritarem, e eles não são do tipo que gritam antes de morrer por causa de terroristas, deve ser algum animal selvagem.
E o irmão mais novo de Rudy, Steven, um homem de 21 anos, que era meio brincalhão diz:
Steven: Mas eles eram bem treinados, nenhum animal selvagem é páreo para eles, porque eles possuíam armas, e das boas.
Chefe: Bom, discordo muito disso mas, vocês vão de todo jeito, para investigar a morte deles, e se forem por causa dos terroristas, mate eles, porque prender não vai adiantar, fazemos o que for preciso para vencer os criminosos, estou errado?
E todos dizem levantando das cadeiras dizendo com uma das mãos pro alto: “NÃO SENHOR!”
Chefe: Levem suas melhores armas para facilitar para matar eles. Levem seus comunicadores caso seu avião for destruído, aí vocês pedem ajuda e eu venho buscar vocês. Levem seus coletes para não morrer aos tiros ou ataques de algum animal. Levem suas lanternas caso a missão dure até de noite. Levem seus medicamentos para se curar caso estiverem machucados. Levem munição pra recarregar a arma quando precisar.
Todos dizem: “OK”
Depois eles vestem seus coletes, pegam seus medicamentos, equipamentos e munição e colocam em seus uniformes. Depois cada um pega um tipo de arma. Rudy pega um Rifle SG552, Steven pega uma Shotgun XM1014-Adv (Shogun que atira um pouco mais rápido e não precisa ficar carregando a cada tiro), Stacy pega uma Pistol Dual Desert Eagle (Revólver normal), Alvin, um homem de 23 anos, primo de Rudy, pega uma MG M60 (Uma grande metralhadora), Chuck, um homem forte de 32 anos, pega Sniper AWM-Camo, Jason pega uma SMG K1A, Joyce, uma mulher de 24 anos, loira, de cabelos compridos, pega uma Rifle M4A1-Adv, Jessie, uma mulher de cabelos longos e negros, pega uma Shotgun SPAS-12 (Shotgun comum), Robert pega uma Pistol Anaconda-silver (Aquelas pistolas de faroeste) e vão para o helicóptero, menos Rudy, que pergunta ao seu chefe.
Rudy: Chefe, posso levar um lanchinho? É que sai de casa com pressa sem comer nada.
Chefe: Mas é claro.
Rudy: Pega um pacote de salgadinhos Doritos, um vidro de katchup, 2 latinhas, uma de Guaraná Antártica e outra de Coca-cola, uma garrafa de água, e depois vai pro helicóptero. E as coordenadas para chegar a ilha aparece num radar. Rudy come tudo e bebe tudo. A viagem demora 3 horas, e eles chegam na ilha aterrissando na praia, e depois eles saem preparados. Mas sem querer esquecem os telefones com satélites no avião.
Rudy: É melhor colocarmos uma maquina nesse avião, e seguirmos no rastreador, para quando voltarmos, acharmos fácil.
Steven: Boa idéia.
Rudy coloca uma maquina estranha bem pequena no avião e depois eles saem andando por aí. Mas após entrarem na floresta, Rudy saca seu facão e faz uma marca de um X no tronco de uma árvore para marcar o caminho certo caso o rastreador quebrar ou perder.
Rudy: Vamos marcar ás arvores com esse X, até chegarmos até onde precisar, e caso perdemos o rastreador, ou ele ser quebrado, seguimos esses X, e chegamos.
Todos fazem o mesmo e vão andando por aí fazendo isso durante 3 horas, até que chegam numa floresta mais abertura. Eles escutam sons barulhentos que tremiam o chão.
Alvin: Escutou isso?
Chuck: Eu escutei...
Rudy: Eu também.
Joyce olha mais pra frente usando um telescópio e diz:
Joyce: Vocês não vão acreditar no que eu estou vendo...
Rudy: O que?
Ele pega o telescópio e olha, vendo uma manada de Braquiossauros, Parassaurolofos, Coritossauros, Triceratops e Estegossauros pastando.
Rudy: São dinossauros.
Jessie: O quê?
Rudy: Vamos lá perto ver, vamos.
E todos vão até lá e vê os herbívoros comendo das plantas do local.
Steven: Isso é a coisa mais legal que eu já vi em toda minha vida.
Alvin: São dinossauros. Mas são herbívoros. E essa ilha, não deve ter só esses dinossauros, deve ter carnívoros também. Agora sabemos o porquê da morte de nossos amigos, eles morreram gritando de susto de algum predador.
Stacy: Bom, talvez, mas só porque há dinossauros nessa ilha, não quer dizer que foram eles que mataram nossos amigos. Ainda há chances de ser os terroristas. Além do mais, mesmo se forem os dinossauros, precisamos de provas, para não pensarem que a gente ta mentindo.
Rudy: Stacy tem razão. Steven, pega sua filmadora e filma eles, e também tire fotos com sua câmera fotográfica.
Steven: Como sabe que eu estou levando isso?
Rudy: Eu sou seu irmão, eu conheço você.
Steven: É, tem razão.
Steven pega suas câmeras e filma um vídeo de 5 minutos dos herbívoros pastando, e tira 25 fotos deles, 5 de cada herbívoro.
Steven: Pronto.
Rudy: Isso parece um sonho.

----------- Fim do episódio 1 -----------













(Criado e escrito por Gustavo Diniz Caetano)

Nenhum comentário:

Postar um comentário