quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Espinossauro

O Espinossauro foi um dos maiores dinossauros carnívoros que já existiram, e o maior encontrado até então, ultrapassando o tamanho do Tiranossauro, Giganotossauro e Carcharodontossauro e atualmente bastante famoso pela mídia. Foi encontrado em 1912 ao norte da África, porém bem incompleto. Nomeado em 1915 por Stromer, o fóssil era composto por poucos ossos, suas peças eram:

Parte da maxila;
Parte da mandíbula;
19 dentes;
2 vértebras cervicais;                    
7 vértebras dorsais;
3 vértebras sacrais;
1 vértebra caudal;
costelas;
Elementos da gastrália.

Esses poucos pedaços de fósseis forneceram ao paleontólogos boas informações sobre o mesmo. As suas vértebras dorsais e espinhais eram bem incomuns para um predador, o que chamou muito a atenção, as quais se elevavam ao formato de uma vela, foi daí que surgiu seu nome, que significa "Lagarto Espinho". O Esqueleto do animal era bem semelhante a de um enorme crocodilo, isso levou aos cientistas a teorizarem que ele poderia se alimentar de peixes. Porém, um infortúnio ocorreu e os fósseis foram destruídos em um terrível bombardeio, fazendo com que seus registros se perdessem e baseados mais em artes conceituais, não passando de especulações. Novas descobertas ainda não eram o suficiente, o Espinossauro era (e ainda é) um dinossauro bem misterioso.



Ao longo dos anos as descobertas de um modo geral progrediram, e o que se sabia sobre o Espinossauro na época, é que ele foi um terópode bem impressionante, e poderia atingir um grande tamanho, o suficiente para ser denominado o maior predador, medindo 18 metros de comprimento 5 a 6 metros de altura do chão a cabeça, podendo alcançar 7 metros, se contar a vela e pesando 7 toneladas. Possuía um crânio longo de 2 metros de comprimento, bem parecido com o de um crocodilo, ostentando bastantes dentes afiados de formato cônico, indicando que tinha uma mordida forte, e longos braços musculosos dotados de grandes garras, para capturar ou golpear suas vítimas, exercendo 2 toneladas de força por braço, a sua principal arma. Era capaz de correr até 24 km/h, e sua agilidade poderia ser maior que de outros dinossauros no qual dividia habitat, proporcionada pela vela, que sugerem servir de regulador de temperatura, além de exibição para os da mesma espécie e quem sabe intimidação aos outros animais, por ser uma característica física que o fazia parecer maior. Ele conseguia nadar excepcionalmente, por ser um terópode semi-aquático, sendo assim um predador que caçava tanto nas águas quanto fora delas. Teria caçado dinossauros como Ouranossauro, provavelmente Aegyptossauro, mas sua dieta primária eram os peixes - o Onchopristis eram peixes de águas salgadas que periodicamente apareciam em rios da mesma forma que os salmões, atingindo 8 metros de comprimento, sendo 2 metros só a serra a frente do rosto, um dos banquetes do Espinossauro. Teria disputado contra crocodilos e Bahariassauro por território e possivelmente peixes, e confrontado o Carcharodontossauro pelos dinossauros herbívoros. Foram encontrados várias vértebras de Pterossauros com marcas de mordida que pertenciam a um Espinossauro, sugerindo que eram ocasionalmente uma opção de presa para o mesmo.



Sua popularidade tomou proporções ainda maiores quando antagonizou em Jurassic Park 3. Afim de criarem um filme que fosse diferente dos dois primeiros, substituíram o conhecido como rei, Tiranossauro, por outro carnívoro que faria o papel de terópode monstruoso, para chamar a atenção, e escolheram logo o Espinossauro, o qual deveria ser um super predador. Ocorreu uma luta entre os dois, onde o Espinossauro venceu o T-Rex, que apareceu só para ser ofuscado. O filme criou vários fãs do Espinossauro e essa batalha marcou o suficiente para se tornar um tema polêmico até hoje, sobre quem venceria entre os dois (para mais informações confira aqui: http://eradedinossauros.blogspot.com/2010/09/tiranossauro-rex-vs-espinossauro-quem.html). Desde então o Espinossauro foi aparecendo em diversas mídias para ser conhecido pelo o que é.

O erro do filme foi ter exagerado no Espinossauro, pois ele não era tudo aquilo aparentou ser, aliás, ele não era nem o que se pensavam dele, como um todo. As informações apresentadas sobre o mesmo foi o que se sabia sobre, até um tempo atrás, com base em algumas descobertas desde o bombardeio. Em 2014 obtiveram novos achados, que mudaram o seu conceito de predador. A nova reconstrução representou o Espinossauro como um terópode semi-bípede, e "mais aquático" do que pensávamos. O reposicionamento das vértebras o fazia em terra firme andar a maior parte do tempo sobre quatro patas. As pernas eram menores e menos musculosas, com praticamente as mesmas proporções que os braços, e para um sustento melhor nas terras, o tronco e peso também diminuíram, ele tinha um novo centro de massa agora. Esse tipo de porte o deixava mais apto para nado, fora o formato dos pés, e o da vela. Suas dimensões de tamanho obviamente também mudaram, a estimativa de comprimento atingia agora cerca de 15 metros, a altura do chão a cabeça era de 3 metros (poderia se erguer até 3.5 ou 4m), e a vela totalizaria um máximo de 5 metros, mesmo estando menor que antes, ainda estava no título de maior dinossauro carnívoro, uma coisa do qual fãs do Espinossauro ainda podem se orgulhar.



Um Espinossauro diferente, poderia ter também uma rotina diferente. Em terra firme conseguiria ainda caçar Ouranossauros, os Aegyptossauros é incerto, entretanto, lutar contra Carcharodontossauros não era mais uma boa opção. O Espinossauro nessas condições tinha um porte físico inferior, e os braços que eram considerados a principal arma de sua versão anterior, agora eram mais fracos e não estava bem posicionados para se usar como uma arma eficiente, além de seu pescoço e vela estarem bem vulneráveis. Nas águas ainda poderia ter uma boa liberdade para predar. Bahariassauros eram predadores de médio porte, não seriam uma ameaça muito grande, e agora sendo um nadador ainda mais nato, não teria problema em pescar os peixes, e nem muita necessidade em optar por presas mais ambiciosas.



Informações do dinossauro

Nome: Espinossauro.
Nome científico: Spinosaurus aegyptiacus.
Tamanho: De 15 metros de comprimento e 3 metros de altura (4.5 a 5m na altura da vela).
Peso: Cerca de 5 a 6 toneladas.
Local: Norte da África - Egito.
Época: Período Cretáceo.
Alimentação: Carnívora.
Grupo: Terópode.
Família: Spinosauridae.

Fontes: Blog do Rárisson http://sodinossauros.blogspot.com/ , o blog DINOSSAUROS http://dinossaurospaleontologia.blogspot.com/.

20 comentários:

  1. Você diz muito mal do espinossauro.Do nota péssimo

    ResponderExcluir
  2. Nem tanto e você não pode me culpar por falar algumas coisas sobre ele só porque tu é fanático pelo Espinossauro.

    ResponderExcluir
  3. cara uma coisa q eu te digo é q o Gustavo era fanático pelo spino igual a vc..!!!

    ResponderExcluir
  4. e o espinhosauro e maior né do que o rex e como apareçeu uma unica vantajem para o espinhosauro ganhar do rex porque o rex tinha brasos pequeninos e unha pequenas nao podia o aranhar e rasgalo mas o espinhosau ro tinha brasos longos e essa foi a vantajem dele porque se for em força e empatado tamanho nao claro o tamanho nao emporta.

    ResponderExcluir
  5. Cara ñ tendi nada,então aprenda a escrever .! --'

    ResponderExcluir
  6. Nunca fui fanático do T-Rex, muito menos o Espinossauro, só defendia o spino porque achava ele mais forte, mas vi provas de que o T-Rex ganha. Que nem Goku vs Superman, agora acho que o Superman ganha.

    ResponderExcluir
  7. Respostas
    1. Manda o Goku levar o Superman para o Sol pra ver o que o Superman faz com ele

      Excluir
  8. Quem disse que o espino era burro e lento?cara ele era ágil,rápido,e inteligente quanto um leopardo,já o t-rex?tinha o cérebro voltado para os sentidos

    ResponderExcluir
  9. O Espino chegava a no minimo 6 metros na cabeça

    ResponderExcluir
  10. O Espino chegava a no minimo 6 metros na cabeça

    ResponderExcluir