sábado, 23 de outubro de 2010

Argentinossauro










Argentinossauro, cujo nome significa "Réptil argentino de huincul" em homenagem a cidade onde foi encontrado. O Argentinossauro foi sem dúvida um dos maiores dinossauros que já existiu e provavelmente o mais pesado de todos eles. Este gigantesco saurópode pertence a infra-ordem Neosauropoda, super-familia Titanosauroidea e a familia Andesauridae. Em 1987 o fazendeiro Guillermo Heredia encontrou em sua propriedade, na província de Neuquén, Argentina, enormes fósseis que inicialmente identificou como troncos pedrificados. Seu maior espando foi quando percebeu, mais tarde, que na verdade estava diante de ossos enormes fossilizados. Imediatamente ele chamou o paleontólogo Rodolfo Coria e sua equipe, no Museu Carmen Funes em Plaza Huincul, cidade da região da Patagônia, que reconheceram o material como sendo de um enorme dinossauro desconhecido. Em 1989 sua equipe começa a escavação que levou vários meses, e conseguiu retirar da rocha poucos fósseis de gigantescas proporções como vértebras, tibias, ossos da pélvis e algumas costelas, que demonstram desde o início que se tratavade um novo dinossauro, maior que a maioria já descobertos e com o auxilio do Dr. José Bonaparte, do Museu de Buenos Aires, ele fez um estudo que levou 4 anos para se concluir. Finalmente em 1993 foi anunciado ao mundo cientifico a nova espécie. Os Argentinossauros tinham vértebras muito rigidas. Sua flexibilidade foi sacrificada por causa do imenso peso. Eles viveram há aproximadamente 90 à 66 milhões de anos atrás, com maior intensidade de achados na Patagônia Argentina.



Punham ovos do tamanho de uma bola de futebol, isto é, nasciam desproporcialmente pequenos. Cientistas acreditam que aos 5 anos teria o tamanho de um pastor alemão, aos 15 teria o tamanho de um cavalo e só seriam adultos aos 50 anos.




Supõe-se que tivessem sangue frio, pois com o sangue quente, teriam que ingerir 5 ou 6 toneladas de folhas por dia, uma quantidade teoricamente impossivel para uma cabeça tão pequena. Mas com sangue frio necessitariam ingerir apenas 1 tonelada, mas isto é apenas uma teoria sobre os saurópodes e existem várias delas. Na primeira foto você vê 4 Argentinossauros andando por um lugar deserto, na segunda foto você vê um Argentinossauro sozinho e na terceira e última foto você vê o tamanho do Argentinossauro perto de um homem adulto.




Informações do dinossauro



Nome: Argentinossauro.


Nome cientifico: Argentinosaurus huinculensis.


Tamanho: 45 metros de comprimento e 20 metros de altura.


Peso: 100 toneladas.


Local: América do Sul.


Época: Período Cretáceo.


Alimentação: Herbívora.


Família: Titanosauridae.

Nenhum comentário:

Postar um comentário